Marcio Pinheiro

Granduando em Letras pela UERJ e escritor de horas vagas.

Legião - Canto X

Lembre-se que viver é o eterno ser
Cada palavra nasce e vive enquanto som
Sua pausa é a morte do que experimentou
E o renascimento da nova ordem

Legião - Canto IX

Que lhe adianta o momento?
Que lhe adianta o trilho certo?
Só a esperança lhe salvará desses incrédulos
Tu atravessarás a foice somente no seu ideal
O mundo merece beleza maior que a frieza das teorias
Deves deixar ao mundo seu legado
Um grande sentimento é a chave
Não haverás vida sem sentimentos
Quem na cegueira alivia as dores
São eles que pela mão nos carregam ao um mundo melhor
A um ser eterno

Legião - Canto VIII

Idiotas!
Acalme-se rapaz,
Ainda há muito que viver
Não podes alienar-se na arte
A arte alimentará teus sonhos
E os sonhos matarão você de fome
E dores na coluna.

Legião - Canto VII

Meu bem, entenda que a vida
Nasce e morre pelo mesmo instante
Não em nós, mas nas experiências
A vida está enquanto ato vivo
Hoje não é ontem
Amanhã não será hoje
O dia vive enquanto dura
E morre enquanto nasce

Legião - Canto VI

Nós somos o templo maior
Tu encontrarás a vida certamente naquilo que der
A omissão é a morte certa
Se amor não está em ti,
És um cadáver a esperar